[Poema] Quando fico de pau duro

1 Comentário

Cazé Peccini

Quando fico de pau duro
Sinto-me deus
Não deus como Zeus no Olimpo
Deus como Jesus
Como o homem no garimpo
Ao achar a maior pepita
Como o médico que o cardíaco ressuscita
Sinto-me deus, sinto-me forte
Sinto o poder
Toda a grandeza de ser de um povo
Sinto-me ovo fecundado
Como um viado ao dar o rabo
Sinto-me alado, sinto-me sábio
Sinto-me luz cuspida de meus lábios
Sinto a explosão dos teus
Quando me coloco deus
No meio de tuas pernas

Anúncios

Um comentário sobre “[Poema] Quando fico de pau duro

  1. Pingback: Os números de 2010 « Isa doesn't ring a Bel

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s