Mala de enxoval

5 Comentários

Depois de quase um ano da morte do meu avô, meu tio, que ficou morando no sítio, avisou os irmãos que, se eles quisessem alguma coisa que era dos meus avós, eles poderiam pegar. Daí que minha mãe lembrou que estava lá a primeira cama de solteiro que ela comprou pro meu irmão, cama de cerejeira, e resolveu pegá-la pra mim. Entre a decisão de pegar a cama e ir buscá-la de fato, um bom tempo se passou, e minha mãe e eu decidimos que a mala de enxoval que era da minha avó também me seria muito últil.

Anyway, ganhei uma cama e uma mala de enxoval, que foram devidamente lixadas e envernizadas, e meu quarto ficou assim:

Enquanto envernizávamos a mala, meu irmão e eu tivemos a idéia de forrá-la por dentro com papel de parede. Mas papel de parede é caro, então ficamos com uma opção mais barata: con-tact. Meu irmão falou que preto com estrelinhas ia ficar legal (e ia mesmo), mas com estrelinhas, no catálogo, só tinha azul, laranja, rosa e verde. Na prática, as cores disponíveis eram rosa e verde. Óbvio que escolhi verde.

Ontem foi o dia de colocar mãos à obra (clique na imagem para ampliar):

Antes

Durante

Depois

Torneira

2 Comentários

A torneira da pia da cozinha não fecha mais…
Eu tive que fechar o registro quando saí de casa =X

Pra piorar, eu estou morrendo de sono, desde de segunda, e ontem eu só cheguei às 10 na noite em casa, depois de quase 2 horas e meia de aula de dança…

Será que eu sobrevivo?

Uia O.O

1 Comentário

Ontem, finalmente, o pessoal da Comgás foi lá no prédio fazer as instalações do gás (duh) e verificar se não tinha nenhum vazamento e talz…
Bom, meu fogão estava com vazamento em dois lugares, sendo que graças a um deles meu fogão estava queimando por dentro e a qualquer hora poderia acontecer uma desgraça =|

Anyway, por causa da visita dos caras da Comgás, ontem de manhã eu não tinha gás para fazer café (sem trocadilho =P). Logo, eu não bebi café de manhã e fiquei com uma dor de cabeça desgraçada a tarde inteira =X

Agora já está tudo bem ^^

Montando a casa…

2 Comentários

Resumo relâmpago: troquei de óculos (o grau não mudou), comprei abadá pro carnaval, cortei o cabelo (tava precisando) e fui pra Poços de Caldas no rodízio (férias não é férias sem ir pra Poços).

Ontem eu fui pra Campinas…
– Pai, você vai me deixar na Unicamp, né?
– Primeiro a gente vai ver o apartamento…
Fomos lá, o pintor tá fazendo um bom trabalho, a kit parece outra. A pia que tava lá tava podre, meu pai tirou as medidas pra fazer uma nova.

A gente faz planos de onde vai colocar cada coisa:
– A mesa não vai caber na cozinha, tem que colocar no quarto, nesse canto. A cama fica ali, o computador aqui, a TV vai ficar “pendurada” na parede. Aí vai caber um sofá aqui.
– Você vai precisar de Internet, né? – pergunta a moça da imobiliária que tá tomando conta da reforma.
– Vou.
– É melhor pegar um plano que já vem TV e Internet…
– TV a cabo? (ih… isso não vai prestar… só a TV aberta e a Internet já me distraem demais, se colocar TV a cabo, era uma vez uma aluna exemplar…)

– Pai, olha a hora… a matrícula só vai até meio dia…
– Se você tá com tanta pressa, vai de circular…
– Tá bom! =D
Chegando no ponto, na Av. Brasil, um caminhão atropela uma moto e não pára pra prestar socorro. Uma mulher chama a polícia, que chega logo. A viatura vai atrás do caminhão enquanto dois policiais socorrem o ferido. O trânsito é liberado e o ônibus passa logo.

– Ei! Você é bixete?
– Nãão. Sou veterana!
– Caconde!!
– Oi, gente!
A maioria dos bixos já tinha feito matrícula e ido embora, mas deu pra pintar alguns.
Frase profética: “o que o amor constrói, a Unicamp destrói” LOL
Enquanto isso meu pai vai passar a escritura da kitnet e pagar o que falta.
Por volta do meio dia todo mundo foi bandeijar. Meus pais chegaram pra me pegar e a gente acabou almoçando no Marcão (Cantina do IMECC) mesmo, porque meu pai queria porque queria almoçar lá…
Depois do almoço fomos no apartamento que eu morava pegar algumas coisas e seguimos pro Shopping D. Pedro.

– PQP, abre uma filial do Burguer King aqui e ninguém me avisa?!
– Vamos levar um lanche pro Delei?
– Claro…
– WTF, 14 reais só o lanche?! Que roubo!
– Olha, a casquinha é de sorvete da Kibon!
– Eu quero! (a “criança feliz” (aka meu pai) não fica feliz se for no shopping e não comprar casquinha)
Pedimos as casquinhas (sim, eu també quis uma) e um não-sei-o-quê triplo pra viagem (só o lanche era pra viagem, as casquinha não)

Compramos a geladeira nas Casas Bahia do shopping e depois fomos pro centro ver mais opções e preços de armário de cozinha e mesa.
– Se for pra compras uma mesa dessa nesse preço, é melhor ficar com aquela verde… (essa mesa verde eu e o meu pai vimos numa loja chique na Av. Brasil)
– Quantas Casas Bahia tem nessa cidade?! Eu contei umas cinco!
– Essa daqui parece maior, vamos ver se tem alguma coisa diferente?
Compramos o armário pra cozinha lá, pra entregar junto com a geladeira. Agora tem que comprar uma mesa e um sofá pequeno.

Procurar cansa…

Deixe um comentário

Ontem, de novo, eu fui pra Campinas com meu pai pra procurar um lugar pra eu morar. Essa era pra ser minha terceira viagem pra lá com esse propósito, mas semana passada eu fiquei doente e meu pai foi sozinho.

Se Eru quiser, semana que vem eu vou pra lá pro meus pais assinarem a escritura e a gente acertar a data da mudança. E Eru há de querer!

Ah, sim, essascaminhadas por Campinas estão acabando com meus joelhos. Preciso de novos.