Somewhere over the rainbow

Deixe um comentário

Somewhere, over the rainbow,
Way up high.
There’s a land that I heard of
Once in a lullaby.

Somewhere, over the rainbow,
Skies are blue.
And the dreams that you dare to dream
Really do come true.

Someday I’ll wish upon a star and wake up where the clouds are far behind me.
Where troubles melt like lemon drops, away above the chimney tops.
That’s where you’ll find me.

Somewhere, over the rainbow,
Bluebirds fly.
Birds fly over the rainbow,
Why then – oh, why can’t I?

If happy little bluebirds fly
Beyond the rainbow,
Why, oh, why can’t I?

Anúncios

Dia 26 – Minha semana, em grande detalhe

Deixe um comentário

Bom, como hoje é terça, vou começar o relato da semana com a terça-feira da semana passada.

Terça-feira:
Dormi mal, no sofá, porque me sentia sufocada na cama. Acordei 5am e estava passando Luluzinha. Cadê o Telecurso? Tomei café, tomei banho e vim pra Unicamp, pro estágio (no momento, estou estagiando na Embrapa).
Longo dia: muito trabalho. Comentários sobre Pride and Prejudice and Zombies, livro que estou lendo. Não deu pra ir na aula da dança porque fiquei no estágio. Por volta de 17:30, quando eu pensei em ir embora, começou a chover. Meia hora depois a chuva deu uma trégua e eu fui embora. Chegando em casa recomeçou a chover forte e eu molhei os pés.
Já tinha dado o dia como perdido quando o zelador me entregou um envelope grosso com carimbos internacionais. Eram cartões postais do Kurt Halsey!
Jantei chá de maçã com um pacotinho de Clube Social e fui dormir.

Quarta-feira:
Acordei cedo para ter tempo de lavar o cabelo. Vim pra Unicamp e fiquei nerdeando na internet e escrevendo outros posts do meme até quase 10:00, quando fui pra aula de Séries Temporais. Almoço na feirinha. Passei a tarde fazendo coisas do estágio, até matei a aula de Análise Multivariada e a aula de dança. Gastei quase 1/4 do vidro de acetona pra tirar o esmalte Azul Divino (Impala) das unhas. Chegou minha camiseta nova dos Battle Nerds!
E P&P&Z está cada vez mais interessante =D

Quinta-feira:
Cheguei cedo no estágio pra terminar a apresentação, o que consegui fazer antes do almoço. Depois, a apresentação pro meu chefe durou uma hora e eu decidi que só iria fazer o poster da Mostra de Estagiários na sexta. Fui pra aula de dança! Mas terminei o dia com a sensação de que estraguei tudo.

Sexta-feira:
Sonhei que meus avós maternos ainda estavam vivos, mas no meio do sonho eles “foram dormir” e eu não os vi mais. Cheguei no estágio e meu computador estava sem internet. Copiei os arquivos que ia precisar e vim pro IMECC. Fiz o poster e mandei pro chefe. Comprei presente de aniversário pra Kéren e um macacão da Capézio pra mim.
Foi um dia sem conversas =/

Sábado:
Fui pra casa da Sarah. Enrolamos um pouco para começar a estudar, mas depois a coisa começou a fluir. Estudamos até 23h. Depois pizza, The Big Bang Theory, filme e cama.

Domingo:
Acordamos cedo e voltamos a estudar. Depois que levantei, Freddie, o gato da Sarah, tomou posse da cama em que eu dormi. Depois do almoço começamos a fazer a parte da prova que era pra ser feita em casa. Kéren se juntou a nós. Da próxima vez, escolheremos séries menos problemáticas. Terminei a minha parte da prova quase 20h, imprimi, e voltei pra Campinas.

Segunda-feira:
Contei tudo que aconteceu no post de ontem do meme.

Sonho

3 Comentários

Tive um sonho bizarríssimo esta noite.

Pra começar, eu estava usando aparelho nos dentes, aparelho móvel (tipo, faz uns dois anos que eu parei de usar). Estava em uma cidade que parecia Campinas (mas poderia ser Niterói também) e encontrei uma amiga minha (que mora em Niterói, atualmente). Aí ela teve que passar num auditório onde ela fazia aula de teatro numa turma de 100 pessoas, mais ou menos. Depois a gente foi para um prédio público meio-antigo-mas-conservado que tinha um mónte de escadas. Fomos subindo. Aí eu pedi pra ela contar por que o namoro dela tinha acabado e ela contou uma história bizarra. Aí eu comecei a ficar tonta com tantas escadas e pedi pra gente descer. Descemos e estávamos na frente do prédio onde eu moro em Campinas, e tinha um monte de gente e policiais na entrada. Chegamos mais perto e tinham um (ou dois, não tenho certeza) cara(s) morto(s). Aí eu acordei.

O.o

*medo*